You are currently viewing Corredores operacionais para empilhadeiras: como calcular a dimensão?

Corredores operacionais para empilhadeiras: como calcular a dimensão?

A verticalização dos estoques é uma realidade para todas as empresas. Além do ganho de espaço, com a verticalização você consegue organizar melhor o estoque e encontrar os produtos ou insumos com muito mais facilidade, fazendo com que as operações sejam mais ágeis e eficientes.

E uma das questões mais importantes quando falamos em verticalização do estoque é o espaço deixado nos corredores para a movimentação das empilhadeiras.

Pensando nisso precisamos saber: qual é o espaço necessário para as operações com os equipamentos nesses corredores?

CORREDORES OPERACIONAIS

Pra começar precisamos compreender o conceito de Corredor Operacional: Corredor operacional é o espaço livre nos corredores, entre as prateleiras, para a movimentação segura e eficiente das empilhadeiras – lembrando que nos casos em que os pallets estão para fora das prateleiras, o cálculo será entre os pallets.

Dito isso surge a pergunta: qual deve ser a medida desse corredor ou qual a empilhadeira ideal para o corredor da minha empresa?

Na internet encontramos um grande número de fórmulas para se calcular qual deve ser a medida exata do corredor operacional, mas você precisa ter bastante cuidado – recorrer a fórmulas prontas pode gerar decisões erradas, já que cada equipamento traz orientações técnicas específicas que orientam essa tomada de decisão.

VARIÁVEIS A SEREM LEVADAS EM CONTA

Para se ter uma ideia de quão complexo é determinar o espaço do corredor operacional ou da empilhadeira ideal para sua produção, elencamos algumas variáveis que são aplicadas nesse cálculo:

  • Raio de giro da empilhadeira (que é a medida entre o centro do eixo dianteiro e a parte mais externa da empilhadeira durante o giro do equipamento)
  • Raio de giro do corredor, incluindo a margem de segurança
  • Distância do centro da roda de carga até o dorso dos garfos da empilhadeira
  • Dimensão da carga
  • Largura da carga

Ou seja, é preciso conhecer muito bem o equipamento, o local de operação, o tipo de armazenagem, o modelo de pallet utilizado, a largura da passagem disponível e as particularidades das cargas a serem transportadas para se chegar a um cálculo preciso do corredor operacional.

Separamos 2 exemplos com empilhadeira que são excelentes para operações em corredores estreitos, uma patolada e outra retrátil. 

CORREDORES OPERACOINAIS DE 2.300MM

Se os corredores em sua empresa forem menores do que 2,5 metros, você consegue movimentar com muita eficiência e precisão a Empilhadeira Elétrica STILL EGV, que tem um corredor operacional de 2.300mm. Este equipamento com eficiência e segurança pallets até 5,46 metros de altura – uma ótima opção para quem precisa verticalizar a armazenagem de produtos e matéria-prima.

A STILL EGV tem capacidade nominal de 1.400Kg (EGV14) ou 1.600Kg (EGV16), e o layout dos controles da STILL EGV são ergonômicos e simples – concentrando os controles de elevação e descida, permitindo uma operação fácil com apenas uma das mãos.

CORREDORES OPERACIONAIS DE ATÉ 3.000MM

Com alta capacidade de carga residual e comandos precisos, a STILL FMX tem campo de visão ampliado e faz com que a armazenagem em altas elevações e corredores estreitos seja levada a um nível superior de produtividade.

Este equipamento tem excelente estabilidade com alta capacidade de carga residual, sendo capaz de elevar 1.000kg a mais de 12 metros de altura, com corredor operacional de 3.000 mm.

Sua robustez garante alta disponibilidade, o que representa baixo custo de manutenção e maior tempo de operação sem paradas.

O sistema direção elétrica de 360º (180º opcional) permite movimentos ágeis e suaves com a máxima segurança, sendo constantemente monitorado através de comunicação CAN bus.

A STILL FMX tem comandos funções hidráulicas precisos graças ao sistema de válvulas proporcionais para elevação e descida dos garfos e avanço e recuo do mastro. Além de quatro programas de velocidade com características individuais de velocidade, aceleração e frenagem, atendendo a qualquer necessidade.

IMPORTANTE

 Caso você já tenha o equipamento e queira criar corredores em sua empresa, a nossa dica é que isso seja feito sob a orientação de um profissional, por exemplo, da área de engenharia. Mas caso já tenha os corredores montados e queira adquirir a empilhadeira ideal, nós temos a melhor equipe para lhe ajudar você nesse trabalho.

https://www.jmempilhadeiras.srv.br/site/jm-empilhadeiras-orcamento/